Quero-quero

Ave agressiva para defender os ovos, tem muita chance de você já ter ouvido seu som (grito!) e se sentir perseguido por ela.

A ave realmente quer assustar e afastar qualquer possível inimigo do seu ninho, mesmo que seja você!

Seu nome científico é Vanellus chilensis, sendo comum na América do Sul e no país inteiro.

IMG_0999

Cor de penas característica do quero-quero (arquivo pessoal).

Algumas curiosidades do quero-quero:

1. Para defender seus ovos, o quero-quero pode utilizar, além de seu som inconfundível (tero-tero), as esporas.

2. Os ovos são depositados diretamente no solo, ou seja, o pássaro não faz ninhos com materiais como penas ou galhos. A fêmea pode colocar até quatro ovos por gestação.

3. Os filhotes logo que nascem são capazes de sair do ninho e alimentar-se sem a ajuda dos pais. Esse comportamento é chamado de nidífugo.

 

IMG_0384

O pássaro também pode viver em grupos (arquivo pessoal).

4. O quero-quero alimenta-se de pequenos peixes, crustáceos, moluscos e artrópodes.

5. Você gosta de futebol? Então pode ter visto o pássaro em jogos! O quero-quero habita banhados, campos e nas zonas urbanas muitas vezes deposita seus ovos em gramados de futebol.

6. Por ser um pássaro barulhento, é considerado como um “cão de guarda”! Muitos fazendeiros e donos de empresas gostam de ter o quero-quero por perto para alertá-los de intrusos.

IMG_1006

Os machos e fêmeas não possuem diferenças anatômicas (arquivo pessoal).

7. As capivaras beneficiam-se desse jeito barulhento do quero-quero. Aos ouvir seu som, elas correm para a água, por temer predadores.

8. A ave foi homenageada pelo cantor gaúcho Babosa Lessa. O quero-quero é muito comum no Rio Grande do Sul. Você conhece essa música?

Quero-quero, quero-quero
Quero-quero gritou lá em cima
Quero-quero quando grita
É sinal que alguém se aproxima
Quero-quero no meio da noite
Gritou porque viu alguém se aproximar
Eu também na noite da vida
Encontrei esta luz que vem do teu olhar
E agora, gauchinha
Eu grito com todo fervor
Quero-quero, quero-quero
Quero-quero o teu amor

Sobre as fotos:

Em uma visita ao Jardim Botânico de Porto Alegre, avistei um casal de quero-quero e tirei as fotos (com exceção da segunda foto, que registrei em Capão da Canoa). O local é um santuário verde, em área urbana da cidade. Concentra centenas de espécies da flora e fauna, grande parte nativas do RS. É um lugar lindo que merece ser visitado!

IMG_1181

Jardim Botânico de Porto Alegre (arquivo pessoal).

Fontes:

 

http://www.wikiaves.com.br/quero-quero

http://www.faunacps.cnpm.embrapa.br/ave/queroq.html

http://www2.ibb.unesp.br/Museu_Escola/Ensino_Fundamental/Animais_JD_Botanico/aves/aves_biologia_geral_ninhos.htm

http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/terra-da-gente/noticia/2015/10/quero-quero-espanta-rivais-com-esporoes-nas-pontas-das-asas.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s